Apoio Social

Visa prevenir, reduzir e resolver problemas decorrentes da situação pessoal, familiar, económica e social.
Prestamos acompanhamento psicossocial e apoio socioeconómico aos beneficiários, identificando necessidades e respostas adequadas a fim de melhorar a qualidade de vida individual e familiar.
O apoio socioeconómico destina-se a beneficiários em situações socialmente gravosas e urgentes, tendo como base legal a Portaria n.º 1488/2008, de 19 de dezembro retificada pela Declaração de Retificação n.º 76-A/2008, 19 de dezembro, podendo ter um carater não reembolsável, reembolsável e misto.
O apoio psicossocial é prestado através do atendimento e acompanhamento psicológico individualizado, nas áreas cognitiva, emocional e comportamental.

Quem pode recorrer?


Todos os beneficiários dos Serviços Sociais que reúnam as condições descritas na Portaria n.º 1084/2008 de 25 de setembro.

Como recorrer?


Contactar diretamente um técnico de serviço social ou de psicologia, através do telefone 21 392 74 00 e ainda proceder à marcação de entrevista.

Poderá ainda preencher o requerimento de apoio social devidamente fundamentado acompanhado dos documentos exigidos. Os SSAP podem exigir outros documentos que considerem necessários ou convenientes para a apreciação do pedido.


É garantida a confidencialidade das situações apresentadas.

Pode entregar o requerimento:

  • Diretamente neste portal na área reservada aos beneficiários;
  • No âmbito do atendimento presencial;
  • Através de carta dirigida ao apoio social dos Serviços Sociais da Administração Pública;
  • Nas relações Públicas dos Serviços Sociais da Administração Pública (9H00 às 17h00).

Atualize os seus dados e os do seu agregado familiar no "Espaço do Beneficiário"