Imagem da Sede dos Serviços Sociais da Administração Pública

Boletim Informativo dos SSAP n.º 4/2017

Conteúdo desta edição

Editorial

Caros/as beneficiários/as,


Nesta última edição de 2017 do Boletim Informativo dos SSAP, trazemos-lhe uma retrospetiva das principais atividades desenvolvidas no decorrer do ano, aproveitando para divulgar, como vem sendo hábito, os últimos protocolos celebrados.

Aproveitamos ainda para desejar a todos os beneficiários dos SSAP, festas felizes e um bom ano novo.


Fernanda Rodrigues

Vice-presidente dos SSAP


Beneficie dos nossos serviços

  
  

Os SSAP em 2017


Apoio social nos SSAP: Contamos consigo para contar connosco

Apoio Social

Em 2017 a intervenção da ação social centrou-se no acompanhamento psicossocial e apoio socioeconómico aos beneficiários que acorrem a estes serviços para minorar e resolver os seus problemas.

A realidade social dos nossos beneficiários espelha o contexto social e as principais problemáticas que estão associadas à vulnerabilidade social em Portugal sendo esta motivada por fatores sociais e circunstâncias históricas como o desemprego, baixos salários, entre outras. Contudo, na nossa população beneficiária são as determinantes individuais como doença, escassez de recursos, trajetórias familiares e laborais que conduzem a situações de maior fragilidade social.

Os principais fatores de vulnerabilidade económica da nossa população decorrem quase sempre da imposição de um imprevisto ou seja "incidentes críticos" como rutura familiar, problemas de saúde, riscos de desproteção habitacional, desemprego de um dos elementos do agregado, fim de prestações sociais, entre outros.

A monoparentalidade tem apresentado um forte crescimento na sociedade atual. Esta problemática tem impacto na medida em que coloca algumas famílias numa situação de grande debilidade económica e social, nomeadamente quando têm menores a cargo.

Na fase mais avançada do ciclo de vida, muito particularmente com a entrada na idade da reforma, a consequente perda de rendimentos e os problemas de saúde podem ser acidentes de percurso com um forte impacto no aumento da fragilidade social gerando grande exposição ao isolamento afetivo e social.

Neste âmbito, a intervenção destes serviços sociais centrou-se nas seguintes vertentes:

• Acompanhamento psicossocial a beneficiários que se encontram em condição de vulnerabilidade e risco social ou que necessitam de apoio na resolução de problemas de carater pessoal e familiar e a idosos em situação de isolamento social;

• Apoio económico de carácter eventual para fazer face a situações socialmente gravosas e urgentes, preconizado na Portaria n.º 1488/2008, 19 de dezembro;

• Articulação interinstitucional com o intuito de mobilizar recursos e promover respostas para problemas sociais e ou pedidos dos beneficiários que não sejam da competência dos SSAP e estejam sobre a jurisdição de outros serviços.

A complexidade dos problemas sociais tem conduzido à necessidade de uma abordagem intersectorial pelo que temos intensificado a articulação inter-instituições de modo a promover a complementaridade entre serviços, procurando encontrar respostas adequadas que potenciem a autonomização, dignidade e preservem os direitos de cidadania dos beneficiários.

"Cidadania é criar oportunidades efetivas e que envolvam o cidadão na solução do seu próprio problema, isto não só é sábio como é digno."  Luís A R Branco


Subsídios de Educação Pré-escolar e Estudos

Subsidios




Decorreram entre o início de setembro e meados de outubro as candidaturas para apoio nas despesas respeitantes à Educação, designadamente subsídios de Ama, Creche, Educação Pré- Escolar e Estudos.


Responsabilidade Social

Os projetos integrados neste contexto visam fomentar a inclusão e o desenvolvimento pessoal, social e a saúde dos beneficiários dos SSAP, contribuindo para a promoção da responsabilidade social e para o desenvolvimento e reforço do conceito de cidadania global solidária.

No âmbito da ENDEF - Estratégia Nacional para a Deficiência, 2014 – 2020, através dos projetos de Acessibilidade Social, realizaram-se obras de requalificação exterior e interior, de forma a melhorar as condições de acessibilidade e otimização dos espaços comuns e sociais proporcionando um melhor acolhimento de todos os beneficiários, na Estalagem do Cruzeiro, Casa Alice Félix e na Estalagem de Évora. Foram também requalificados os refeitórios situados no LNEG (Laboratório Nacional de Energia e Geologia) e na eSPap (Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública) proporcionando a melhoria das condições de acessibilidade aos beneficiários portadores de baixa mobilidade.

No mesmo âmbito, promoveram-se ações de formação/informação/sensibilização nas áreas da deficiência e incapacidade, direcionadas a todos os beneficiários, de modo a consciencializar, alertar e habilitar para a problemática da limitação de funcionalidade.

Através do projeto Promoção de Saúde realizaram-se diversas ações com o objetivo de fomentar a atitude preventiva, os hábitos de vida saudáveis, contribuindo para a conceção positiva da saúde, alertar para a existência de riscos profissionais potenciadores de doenças, sensibilizar para a necessidade de verificação periódica do estado de saúde e promover a literacia em saúde e desmistificar falsos conceitos dos processos saúde-doença.


Crianças e jovens: conheça as soluções que temos para os mais novos

Crianças

As crianças e jovens são o futuro e todo o investimento que fizermos, terá como retorno cidadãos mais conscientes da importância de cada um na construção de um país melhor.

Os campos de férias proporcionam experiências que potenciam a noção de pertença a um grupo e a importância da interajuda como meio mais eficaz para alcançar objetivos, desenvolvem a autonomia, o respeito pelos outros e pelo meio ambiente. A apresentação de desafios e a sua superação alimentam a auto estima e consequentemente a capacidade de acreditar que outros desafios serão superados.

É neste contexto que os SSAP organizaram campos de férias residenciais e não residenciais, bem como atividades lúdicas aos fins de semana, para crianças e jovens, filhos/as ou equiparados/as dos seus beneficiários numa perspetiva de apoiar a conciliação da vida pessoal e profissional destes, garantindo uma resposta de qualidade, a avaliar pelo grau de satisfação elevado que se tem vindo a verificar.


Beneficiários no Ativo: Atividades Culturais ao Fim de Semana

Ativos



Para os beneficiários no ativo foram promovidas visitas e passeios de um ou mais dias aos fins de semana, em locais de interesse histórico e cultural, com estadia nos equipamentos de férias e lazer destes serviços.

Com crescente procura, estas atividades contam com programas variados, muito do agrado dos beneficiários participantes.


Seniores: consigo ao longo de todo o ano

Nos Centros de Convívio, em Lisboa e Porto, desenvolvem-se atividades fixas, tais como, cursos de línguas, dança, artes plásticas, yoga, grupo coral, entre outras e móveis, como passeios, espetáculos, exposições e festas, algumas destas por iniciativa dos beneficiários aposentados que partilham os seus saberes e ensinamentos com os seus pares ao nível das mais diversas áreas, no sentido de melhorar a qualidade de vida num processo de envelhecimento positivo e ativo.

Através da Formação Sénior, que se desenvolve em Lisboa e Porto, os SSAP têm proporcionado aos seus beneficiários, ações de formação diversificadas, dotando-os de ferramentas para:

• Saber usar de forma eficaz, eficiente e em segurança, os portais de vários Serviços (Finanças, SSAP, Ministério da Segurança Social, Ministério da Saúde, entre outros);

• Promover a construção de relações interpessoais e sociais, usando e otimizando em segurança os Gadgets que usam;

• Desenvolver a criatividade e a sua participação ativa como cidadãos, através de ações como "Atelier Jurídico", "Reciclagem", "Fotografia", e outras de desenvolvimento pessoal e promoção da saúde.

Este ano apostámos em ações conjuntas com outros projetos nas áreas de Saúde e Participação Social, que decorreram nos Centros de Convívio, dando assim a conhecer os equipamentos de que os SSAP dispõem.

Seniors

O programa de férias sénior integrou turnos de férias, termalismo e rotas temáticas em Portugal Continental, proporcionando o convívio entre os beneficiários bem como o (re)conhecimento de diversas regiões do país, acompanhados por monitores devidamente habilitados, garantindo assim umas férias bem animadas e em segurança.

Com a finalidade de quebrar o isolamento dos beneficiários ao fim de semana, têm sido desenvolvidos circuitos temáticos com alojamento nos equipamentos de férias e lazer dos SSAP em Évora, Aljubarrota e Sta. Cruz da Trapa, criando espaços de convívio e confraternização entre os seniores.

"Envelhecer ainda é a única maneira que se descobriu de viver muito tempo"  Charles Saint-Beuve


Protocolos

    Protocolos

Com o objetivo de alargar o acesso a bens e serviços em condições economicamente mais vantajosas, os SSAP têm vindo a celebrar protocolos com instituições públicas e privadas nas áreas da saúde, educação, terceira idade, restauração e outros serviços, disponibilizando, no total, mais de 1000 protocolos.

A celebração de protocolos tem como eixo principal, a preocupação de fazer chegar este benefício a locais cuja resposta é ainda insuficiente.


Equipamentos de Férias e Lazer

Do litoral ao interior, os SSAP dispõem de equipamentos de férias e lazer, muito bem localizados, quer em ambientes citadinos como os apartamentos de Lisboa e S. Pedro do Sul e a Estalagem de Évora, ou ambientes mais campestres como a Estalagem do Cruzeiro em Aljubarrota e a Casa Alice Félix em Sta. Cruz da Trapa, rodeadas de espaços verdes, com jardim e piscina.

Para além da enorme procura individual de beneficiários que desejam usufruir destes equipamentos, é também propósito destes serviços diversificar a oferta aos seus beneficiários, criando condições de modo a continuar a abranger crianças e jovens em campos de férias mas também grupos de beneficiários no ativo ou aposentados.

Conheça ou recorde os equipamentos que temos à sua disposição!

Vídeos Equipamentos

Para mais informações ou reservas, é favor aceder à central de reservas dos Serviços Sociais da Administração Pública


Gestão do fornecimento de refeições

Constituindo uma preocupação permanente a qualidade do serviço prestado aos utentes dos refeitórios que se encontram sob gestão dos SSAP, foi dada continuidade às atividades de fiscalização do fornecimento de refeições e de intervenção e de melhoria das condições físicas dos equipamentos.

A consolidação da atividade de fiscalização da qualidade do serviço prestado pelos fornecedores de refeições contribuiu, por um lado, para a redução de riscos relacionados com a segurança e higiene alimentares e, por outro, para a manutenção do grau de satisfação dos utilizadores num valor considerado significativo - 4,11 (escala de 1 a 5), tendo por base os resultados de questionários de avaliação da satisfação aplicados no 1.º e 2.º semestres do ano.

A intervenção em refeitórios tendente à respetiva adequação às normas de segurança e higiene alimentares em vigor abrangeu a requalificação dos refeitórios instalados no LNEG – Laboratório Nacional de Engenharia e Geologia e na ESPAP – Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública.

Merece, ainda, menção a assunção da gestão do refeitório existente na Rua Latino Coelho, no Porto, antes associado ao CCD da ARS – Norte, que permitindo manter um serviço com impacto relevante para os beneficiários daquela cidade, também foi objeto de intervenção de beneficiação de infraestruturas, com melhoria importante das condições disponibilizadas aos utentes.



Foi um prazer estar consigo em 2017 e esperamos por si em 2018!

  
  

Protocolos - O que há de novo

Neste espaço damos a conhecer os mais recentes protocolos celebrados pelos SSAP.

Comerciais:

Educação:

Saúde:

Consulte as condições destes e outros protocolos na área do portal dos SSAP. Conheça toda a oferta que temos para si.

  


Ficha Técnica

Direção:
Humberto Meirinhos
Coordenação e edição:
Dionísia Rosado, Margarida Paradinha e Rosário Miranda
Suporte técnico:
Centro de Informática
Colaboram neste número:
Ana Rocha, Ana Guerra, Helena Costa
José Ferreira, João Romano
Luís Oliveira, Nuno Coimbra
Teresa Barateiro, Rosário Miranda

Espaço Beneficiário

Este espaço é seu!

Participe
enviando o seu artigo, comentário ou
sugestão de tema que gostaria de ver desenvolvidos para:

boletim.informativo@ssap.gov.pt

© 2010 SSAP. Serviços Sociais da Administração Pública. Todos os direitos reservados.
Este portal está optimizado para uma resolução de 1024x768.